Filmes

Oi gente!! Sei que não estou mantendo uma frequência regular aqui nas postagens, mas agora espero conseguir escrever regularmente.

O primeiro assunto que resolvi falar nesse ano é um dos que mais me agrada, que são os filmes. Esse é o terceiro ano que continuo anotando todos os filmes que assisto no ano, e a cada ano, gradualmente, me proponho a assistir alguns filminhos mais.

Existem redes sociais que ajudam a manter esse controle de filmes que “Já Assisti” ou que “Quero Assistir”, como por exemplo, o Filmow, que é uma rede que utilizo há algum tempo e recomendo muito para buscar filmes novos ou até mesmo para manter o controle dos filmes que já foram assistidos.

Através de recomendações de amigos e leituras de listas de blogs cada filme assistido acaba se transformando em mais três pra assistir, e assim minha lista “Para assistir” já está gigante.

Continuar lendo

Terceiro ano

Uma das realidades mais difíceis de encarar pra mim em 2014 é a de estar no terceiro ano do ensino médio, ver a responsabilidade chegando e não ter mais como adiar.

Existem milhares de questões filosóficas que eu podia falar a respeito disso, mas acho que o fato é que dificilmente estamos preparados pra sair da nossa zona de conforto, e isso é algo que precisamos nos esforçar para fazer. 

Estou há muito tempo acostumada com essa rotina escolar, e a ideia de que ela não estará mais na minha vida daqui uns meses é bastante difícil. Pra quem diz que o último ano é só festa: eu não sinto isso. Sinto que é a hora que mais queremos fazer festa, mas temos tantas coisas pra decidir que qualquer segundo em que não estivemos pensando sobre nossa vida é desperdiçado.

Muito mais que “o conteúdo de matemática é muito difícil e eu vou rodar”, o sentimento é “tenho que decidir muitas coisas importantes esse ano”. Até a decisão de não decidir nada é impactante. Afinal, qualquer uma é para quem espera uma escolha de rumo.

A única forma de lidar é tentar se entender. E respeitar seu tempo. O tempo de aceitar esse “adeus” e o tempo pra decidir para onde quer ir.

Sobre quando as coisas dão certo

Image

Nós nos permitimos as alegrias e tristezas. Nós nos deixamos influenciar por pessoas, lugares e sensações. Nós quem ditamos o rumo da nossa vida.

Por que tantas vezes optamos pelo caminho mais doloroso para nós mesmos? Por que deixamos de lado as emoções positivas, que podem ser tão poderosas quanto qualquer dor?

Nossa vida é escrita por nós mesmos.

Eu sou a única pessoa que pode decidir de que forma irei agir. Eu sou a única pessoa que pode decidir o que é melhor pra mim.

Eu devo ser aquela que quer ver as coisas darem certo. Eu sou aquela que quer ver as coisas darem certo. Eu sou aquela que vai atrás disso e eu sou quem vai transformar os bons momentos em cotidianos, transformando a vida em algo positivo. Eu sou quem vai mudar meu próprio mundo.

Eu ditarei minha própria história.

Referências notáveis em American Horror Story: Asylum

Olá gente, hoje eu vou falar sobre American Horror Story. Pra quem não sabe, é uma série criada por Ryan Murphy e Brad Falchuk, que passa na FX. É enquadrada nos gêneros de terror, suspense e drama. Cada temporada tem sua própria história, e hoje vou falar mais especificamente sobre a segunda temporada que está em exibição atualmente.

A história se passa em 1964 e acompanha a Instituição Mental Briarcliff. Acompanhamos a história de pacientes, mas também de médicos e freiras que vivem nesta Instituição.  Alguns atores são conhecidos já da primeira temporada, por exemplo, Jessica Lange, Evan Peters, Sarah Paulson, Zachary Quinto, Lily Rabe, Dylan McDermott e outros são totalmente novos na série. Mas o objetivo deste post não é apresentar a série em si, mas sim algumas observações que apontam inspiração de diversos filmes de terror na série.

ATENÇÃO: Esse post contem SPOILERS. Recomendo que só leia o post caso já tenha assistido até o quinto episódio da segunda temporada.

Continuar lendo

DIY – Caixa listrada

Oie gente! Faz muito, muito tempo que eu não posto! Calma, eu tenho meus motivos… O calor e o verão são as únicas coisas que me inspiram. E é só no verão que eu consigo ter vontade de fazer alguma coisa. Do dia pra noite, fiquei com muuita vontade de voltar pro meu blog, e aqui estou!

Em uma tarde dessas, sem muito o que fazer, eu achei um caixa branca de sapatos e resolvi fazer algo diferente nela. E então o que eu fiz?

Continuar lendo

Especial: Otakus e Animes

Oi pessoal! Hoje vamos ter um especial aqui no blog! Convidei um amigo meu, amigo e leitor do blog, para postar! Ele é super ligado à cultura japonesa, animes e todas essas coisas que eu nunca entendi! Por isso hoje ele vai explicar um pouquinho deste “universo otaku”. Prontos pra descobrir? Então aí vai!

Quem nunca assistiu algum anime né? Desde os mais conhecidos como Dragon Ball, Pokémon, Digimon,Os Cavaleiros do Zodíaco ou até mesmo algum menos conhecido como Death Note, admita: você já assistiu alguns desses aí se não todos.

Bem, você deve estar se perguntando o que é um otaku e se não estiver, bom, eu vou falar mesmo assim. Essa é a definição da Wikipédia pra otaku:

Otaku (おたく? lit. seu lar) é um termo usado no Japão para designar um fã por um determinado assunto, qualquer que seja. No imaginário japonês, a maioria dos otakus são indivíduos que se atiram de forma obsessiva a um hobby qualquer.No ocidente, a palavra é utilizada como uma gíria para rotular fãs de animes e mangás em geral.

Basicamente, um otaku é aquela pessoa que ama animes, mangás, coslpay, música japonesa e/ou coreana, e é claro, a cultura japonesa.

  • Animês
  • Os animês (ou animes) possuem vários gêneros (Shounen, Shoujo, Ecchi, Hentai, Yuri, Yaoi, etc…), cada um desses estilos difere muito do outro, e agora vamos saber um pouquinho mais de cada um deles.
    Continuar lendo

    Estilo: Zooey Deschanel

    Oi pessoal! Hoje eu vim falar de estilo, e pra começar bem, eu vou começar com uma das minhas artistas preferidas, a Zooey Deschanel.

    Você provavelmente já viu algum dos trabalhos dela, por exemplo, Ponte para Terabítia, Sim Senhor ou 500 dias com ela. Zooey também protagoniza a série “New Girl” da Fox e é cantora, você pode ouvi-la no She&Him. Ou simplesmente, você pode conhecê-la pela parecência com a Katy Perry, muito comentada em outros blogs.

    Zooey tem um estilo romântico que praticamente me obriga a gostar dela. O cabelo, a maquiagem, as roupas. Zooey é encantadora!


    Aqui, meus preferidos são o cabelo e a maquiagem. São simples, mas são lindos!


    O que eu noto na Zooey, é que ela não é muito chamativa, é sempre simplesmente linda. A última imagem é a única que é mais “estranha” pelo menos ao meu ver.


    A maquiagem da Zooey é, basicamente, muito rímel, cílios postiços, e blush pêssego! Em algumas fotos também, podemos observar o batom vermelho. Simples, mas lindo!

    Por hoje é isso, mas vou deixar vocês com um clipe do She&Him que eu amo!

    Beijos e até mais!